CEPFS promove Encontro de Avaliação Final

IMG-20190726-WA0022

Na última quinta feira (26 de julho), o Centro de Educação Popular e Formação Social-CEPFS realizou um Encontro de Avaliação Final do projeto Horta Orgânica com Economia de Água com objetivo de discutir e avaliar as ações desenvolvidas e os resultados obtidos.

Na oportunidade famílias beneficiárias destacaram os aprendizados que tiveram com as atividades de formação e a importância das hortas para melhoria da qualidade de vida a partir do acesso a alimentação saudável, promoção do bem estar e renda.

O projeto foi apoiado pelo Movimento Coletivo em parceria com a ponteAponte que é uma empresa social focada no desenvolvimento e na implementação de projetos intra intersetoriais colaborativos.

“O projeto trouxe a possibilidade de produzir alimentos saudáveis para o consumo, hoje tenho uma diversidade de hortaliças e de plantas medicinais na minha horta. Também aprendi receitas de produtos naturais para afastar as pragas da plantação.” Destacou a agricultora Maria de Socorro Freitas, comunidade Marinho, Matureia – PB.

CEPFS recebe visita de integrante do conselho da BrazilFoundation

20190627_154254

Na última quinta feira, o Centro de Educação Popular e Formação Social – CEPFS, recebeu a visita de Rejane, integrante do conselho da BrazilFoundation e sua filha Carolina.  Rejane também veio acompanhada de alguns amigos.

Na oportunidade visitaram a família de Maria José e Arlindo da comunidade Sabonete, Teixeira, que foi beneficiada através da campanha Abrace o Semiárido. Também participaram de um encontro na Área Experimental do CEPFS, em Matureia, que contou com a presença da equipe técnica do CEPFS, de representantes de entidades parceiras e grupos informais que foram apoiados através do Prêmio de Inovação Comunitária da BrazilFoundation (poupança comunitária, juventude ativa, os cobras e banco de sementes).

Durante o encontro foram feitas apresentações sobre lutas e conquistas que fazem parte da trajetória do cepfs e projetos em execução. Integrantes do grupo juventude ativa animaram a atividade e homenagearam a adolescente Caroline, que por duas vezes foi embaixadora da Campanha Abrace o Semiárido do CEPFS, com a música Asa Branca de Luiz Gonzaga.

Para José Dias, foi um momento significativo para o cepfs. “Foi uma honra receber Rejane, sua filha Carolina e seus amigos Delber, Camila e Cenira! Particularmente eu tinha um desejo imenso que a Carolina que, mesmo sendo adolescente e estando distante em Miami, viesse nos visitar e ver de perto a importância que teve a campanha da qual foi embaixadora. Ela se interessou em apoiar a campanha Abrace o Semiárido possibilitando que o sonho de famílias que ainda não tinham uma cisterna para captação de água de chuva para o consumo humano, pudesse ser concretizado. Foi um momento muito significativo para o CEPFS e parceiros que tiveram presente por ocasião da visita.” Destacou.

 

Em Matureia famílias fortalecem iniciativa de acesso a crédito sem burocracia

1 Diagnostico Santo Antonio

Na comunidade Santo Antônio, Matureia, Paraíba, famílias dão exemplo de como conquistar autonomia e ter acesso a crédito sem burocracia para suas necessidades a partir do engajamento na dinâmica de Fundo Rotativo Solidário.

O FRS foi criado há alguns anos atrás, passou um período desativado, mas em 2017 foi reativado a partir da construção de duas hortas pelo projeto Sertão Ecológico e Solidário executado pelo Centro de Educação Popular e Formação Social – CEPFS e apoiado pelo Fundo Socioambiental da Caixa.

Recentemente o fundo também foi fortalecido a partir de atividades de formação e um apoio financeiro de R$ 15.000,00 (quinze mil reais), através do projeto Sertão Agroecológico e Solidário, apoiado pela Misereor, que também resultou no aumento do número de sócios. Atualmente a experiência conta com 23 participantes, dentre eles 5 são jovens.

Com o apoio as famílias investiram na criação de suínos, aves, caprinos e produção de hortaliças, fortalecendo a alimentação e a renda familiar.

Quem foi beneficiado com empréstimo além de contribuir com R$ 5,00 (cinco reais) de mensalidade, também contribui  com mais R$ 20,00 (vinte reais) permitindo que tenha rotatividade no fundo e que outras famílias sejam beneficiadas.

“Eu tinha vontade de criar, mas não tinha condições de comprar os animais com recursos próprios, então apareceu esta oportunidade e eu abracei. É muito importante para mim porque me ocupa e dá frutos. Enquanto mais novidades no fundo rotativo ou na associação, melhor, porque motiva”. Destacou o jovem John Leno

IMG_5513

Páginas: Anterior 1 2 3 4 5 ... 110 111 Próximo